XI ARARIBÓIA CINE – FESTIVAL DE NITERÓI

20 a 25 de novembro de 2012

Memórias

Para a décima primeira edição do festival, o Araribóia Cine traz para o debate o tema Memórias, que irá refletir acerca das lembranças, das recordações, assim como das suas narrativas e imaginários.
A sessão de abertura, realizada pela terceira vez no Cinemark,  traz para cena niteroiense a genialidade do compositor, cantor, músico e escritor Jorge Mautner, numa primorosa obra de Pedro Bial e Heitor D’ Alincourt, produzida pelo Canal Brasil.
A Mostra Competitiva Digital chega ao seu sexto ano, agora com novo nome: Mostra Sesc Cine Digital. A sua programação sempre voltada para jovens estudantes, tem debates acalorados e conta com a presença de cineastas de todo o Brasil. Contaremos novamente com a presença de escolas do ensino público que virão prestigiar as sessões. Obrigada ao Sesc por abraçar esta mostra. Pela terceira vez, e com muito orgulho,  faremos a Sessão Assim Vivemos, que levanta a bandeira da acessibilidade.
Mais uma vez o sofisticado  Museu de Arte Contemporânea irá abrigar a nossa tradicional mostra de curtas, sempre seguida de debates com os cineastas, é claro, junto com nomes de reconhecida competência no meio audiovisual brasileiro.
A mostra é formada por quatro sessões, que irão debater temas relacionados às memórias afetivas, às memórias psíquicas, às manipulações das memórias  e aos dispositivos de memórias. Os títulos foram inspirados em poemas de Marcel Proust, Wally Salomão,  Manoel de Barros e Antonio Cícero.
O nosso homenageado é o grupo musical MPB4 que se formou nos anos 60 na cidade de Niterói. Além da participação em trilhas sonoras de clássicos do cinema brasileiro, os integrantes também participaram como dubladores de filmes estrangeiros. O Araribóia Cine se sente muito honrado em poder fazer esta merecida homenagem. Agradecemos também aos grupos Negros & Vozes e Coro Jovem da UFF pela apresentação, sob a regência de Márcio Paes Telles e Peri Santoro.

Estamos dando continuidade às parcerias com dois projetos da UFF, o Cineclube Sala Escura, e o Som da UFF. E celebramos a chegada da Sessão UFFilme, organizada pelos alunos do curso de Cinema. Com a Pragmatizes / Labac, organizamos uma linda exposição de fotografias com o tema “Reminiscências”. Imperdível!

Pelo sexto ano consecutivo, o ARARIBÓIA CINE tem o orgulho de contar com o patrocínio da Petrobras  e com antigos parceiros como a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura.  A continuidade do patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e do Sesc também muito nos honra. O festival é realizado pela Universidade Federal Fluminense, em parceria com a Artifício Cinematográfico e o IBEFEST, e conta com o precioso apoio do Centro Técnico Audiovisual. Agradecemos também a CCR Barcas, ao Canal Brasil e a Imprensa Oficial pela divulgação.  À UFF um agradecimento especial à PROAD, à PROAES, e ao IACS.
A todos os parceiros, mais uma vez, muito obrigada! 


Tetê Mattos
Idealização e Direção Geral do Araribóia Cine